quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Testamento

Os caminhos sempre são dois: poderia eu estar na cama agora, pensando em tudo o que poderia ter feito de diferente ou ainda no que será daqui para frente, este é um dos caminho, o mais fácil... Mas não, optei por fazer meu testamento... Não que eu vá morrer agora, modéstia parte acharia um desperdício de vida, amo viver... Mas a idéia do testamento é que quero ver meu maior bem ser aproveitado pelas pessoas que amo. Vamos a ele:
Clausula 01 – Aos Familiares
Aos familiares deixo 20% do meu coração. Que ele seja usado de qualquer forma... Sei que às vezes irão abusar, por ser filho, sobrinho, primo, irmão. Porém sei que também possuo parcelas de muitos corações familiares para que eu possa retribuir em troca todo sentimento possível. Então não reclamarei do tempo investido nestas relações... É justo.
Clausula 02 – Aos Amigos
Aos amigos deixo 2% do meu coração. Pode parecer pouco frente a porcentagem deixada aos familiares, mas e que amigos transitam demais por nossa vida, não devo deixar uma parte muito grande, pois por ali muitos passarão alguns com cuidado, outros não...
Clausula 03 – Aos Melhores Amigos
Aos melhores amigos deixo 28% do meu coração. Com direitos de usar os outros 2% dos amigos e ser tão próximos que se confundam e dominem os 20% dos familiares. Aos Melhores Amigos, não darei explicações, pois não tenho. Eles chegam, cativam, e se tornam indispensáveis. São palavras, gestos, silêncio... E até no silêncio são imprescindíveis... Pois nos permite treinar nossos limites de resistência... E ai quando tudo se torna insuportável... ali estarão.
Clausula 04 – Minha parte
Sobre meu domínio, fica 50%. É justo pois ai serei capaz de me fazer amado. É uma parte grande, sei disso, mas é que as vezes precisarei correr por este espaço. Vou me cuidar, vou me amar mais...
Clausula 05 – A Pessoa Certa
A pessoa Certa não será inclusa no meu testamento, pois será de direito conhecer meu coração por completo. Para que isso aconteça, terá que passar pelas mais complicadas provas:
Clausula 05.1 – Terá que se permitir amar e ser amado e terá que além de sentir, demonstrar. Sem grandes exigências as demonstrações poderão ir de um olhar a um simples beijo... De uma frase solta a uma carta... De um momento de silêncio a uma seqüência de loucuras... E por ai vai...
Clausula 05.2 – Terá que possuir seu 50% de coração preservado. Deve se amar, se não mais, na mesma quantidade que pretende doar de amor.
Clausula 05.3 – Deve ser sincero, a todo o momento: Dos mais alegras aos tristes. Dos gostos aos desgostos. Do querer estar junto ao do querer ir embora. Do querer seguir o mesmo caminho ao do querer seguir outro caminho. Levando em consideração esta clausula. A fidelidade é conseqüência, pois na possibilidade de uma outra pessoa se aproximar, tudo já estará esclarecido.
Clausula 05.4 – Por conhecer todos os espaços do coração, deverá desenvolver todos os papéis: Família, Amigo, Melhor Amigo e as vezes até se colocar no meu lugar para entender minhas loucuras...
Clausula 05.4 – Em resumo é isso, eu acho... rs
Clausula 06 – Nada é definido, tudo é mutável, mas a base do testamento é essa descrita acima.
Clausula 07 – Tudo deve ser utilizado tendo em vista a felicidade de todas as partes.
Assim eu me despeço para um novo encontro, uma nova vida. Sou um Ser Humano sem manual de instruções. Por isso devo experimentar, testar, acertar e falhar, só assim terei noção das minhas possibilidades e talvez até descubra o porquê estou aqui hoje, na frente deste computador... E na vida.
(São Paulo, 25 de janeiro de 2008 - Leandro Cotrim Dias) Meu popesor ke escreveu e eu peguei ^^Lindo né?


Um comentário:

NÁ disse...

Ai q foto LINDA, MEIGA =]

S2

Interessante =O

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...